• Endereço

    R: Treze de Maio, 768 - 15 Andar - Sala 153 - Centro - Piracicaba - SP.

  • Horário

    Das 08:00 às 12:00 hs.
    Das 13:30 às 17:30 hs.

  • Telefones

    (19) 99774-5767 / 99774-8874 / 99608-0782
    WhatsApp: (19) 9 9774-5767

PORTO DE SUAPE (PE) MOVIMENTA 40 MIL TEUS EM JULHO

O Porto de Suape (PE) encerrou o mês de julho com movimentação de contêineres recorde. Pela primeira vez, desde outubro de 2011, o terminal ultrapassou os 40 mil TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) em um único mês.

A expectativa é bater o recorde de movimentação anual, que também ocorreu em 2011, com 434 mil TEUs.

O crescimento foi puxado pelas operações de cabotagem (navegação entre portos de um mesmo país), que contabilizaram aproximadamente 27,7 mil TEUs, seguido pelas importações, com aproximadamente 8,8 mil TEUs. As exportações chegaram a 3,6 mil TEUs. Em peso bruto, a movimentação alcançou 469.349 toneladas e em unidades, 24.734 contêineres.

No cenário nacional, Suape se manteve em 4º lugar entre os principais portos públicos na movimentação de contêineres nos seis primeiros meses do ano, com 220 mil TEUs.

Leia Mais

MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS NOS PORTOS BRASILEIROS CRESCE 2,32% ENTRE JANEIRO E MAIO DE 2017

clovis

Foram movimentados 419,43 milhões de toneladas, dez milhões a mais do que em 2016. Os TUPs (Terminais de Uso Privado) foram responsáveis por 65,3% da movimentação total. Já o restante da participação corresponde aos Portos Públicos, localizados dentro dos Portos Organizados (34,7%).

Os terminais privados movimentaram, entre janeiro e maio, mais de 280 milhões de toneladas, que representa um aumento de quase 6% em relação a 2016. Em janeiro, os TUPs registraram a maior alta do ano, 15,6%, seguida de fevereiro com 11,66%.

A classificação por natureza das cargas, de importação e exportação, foi de 64,12% para granel sólido (soja, farelo de soja, açúcar, milho, trigo, fertilizantes), 21,14% para granel líquido (óleos de soja, mamona, solventes, petróleo e seus derivados), 9,54% para contêineres e 5,20% para carga solta (madeira, bobina de papel, aço).

No granel líquido, o destaque ficou para o petróleo, dos 88,65 milhões de toneladas, 60,1% é referente à movimentação do combustível. Já no granel sólido, dos 268,96 milhões de toneladas, 57,9% corresponde à movimentação de minério de ferro.

Leia Mais